Anotações oníricas [Viagens ao dormir]

You can kiss the bride

Posted on: terça-feira, 17 novembro, 2009

Esse final de semana, acho que de sexta pra sábado, na verdade, sonhei com a minha avó materna. Ela conversava comigo por telefone. E dizia que o casamento de papai e mamãe tinha sido “de mentirinha”, as fotos tinham sido armadas, só pra gente achar que eles eram casados mesmo quando nascesse. A gente = eu e minhas irmãs. Eu contestava, dizia que não, que eles tinham casado sim, que o constante pedido de mamãe para papai casar com ela era só uma brincadeirinha [uma brincadeira real deles, que dura até hoje, com meu pai sempre rindo e dizendo NÃO!]. A vovó reafirmava tudo: eles não tinham se casado de verdade e era para eu ajudar mamãe a organizar a festa de casamento que ela sempre sonhara.

No dia seguinte, liguei para a minha mãe e pedi que ela levasse flores para a vovó no cemitério, aproveitando que estava em Teresina. Contei o sonho. Minha mãe riu. E disse para eu aprender a interpretar sonhos.

– Isso é sua avó cobrando que você se case de verdade.

Achei graça.

19 de setembro de 1971:
papai e mamãe no altar, lindos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: